A origem do Home Staging, sua história e seus dados no mundo

Você a Cada dia se ouve mais falar de Home Staging ou, de uma forma menos formal, de preparar e colocar bonita moradia que se quer alugar ou vender, mas quem é que se lembrou de fazer isso pela primeira vez?

Quem foi a primeira Home Stager?

Isso é um pouco subjetivo, como é lógico, não há um registro histórico, quando alguém se lembrou de decorar e reformar uma casa para poder vendê-la melhor, mas há alguém que o câmbio todo e segundo ela foi a primeira.

Do teatro à moradia, assim começou o Home Staging

Para conhecê-la, temos que ir para os Estados Unidos, a meca do Home Staging no mundo. Lá, o mercado imobiliário se move a um ritmo alucinante e para qualquer agente imobiliário ou mesmo para um vendedor é imprescindível agregar valor ao seu imóvel, para que se destaque dos outros. O Home Staging é usado em 75% dos imóveis a venda no país. Mas voltando a "criadora" esta estratégia de marketing imobiliário, Barbara Schwarz uma norte-americana que, no ano de 1972, apenas um ano depois de se tornar agente imobiliária e graças à sua veia teatral, decidiu fazer uma "pôr em cena" e o resultado foi surpreendente, tanto para o cliente como para os seus colegas de profissão. Barb acho uma história, ele montou um cenário do que poderia ser a vida real dentro da casa e fez o que qualquer visita se sinta em sua casa. Sua história, você pode ler o detalhe na segunda edição da revista Staging Mag.

Vende-Se muito mais rápido, os dados não enganam

O primeiro imóvel que Bárbara fez um staging tinha estado mais de dois anos no mercado e com sua Home Staging se vendeu em uma semana. Normal, que os companheiros ficarem pasmado.  

Em Portugal, os dados não deixam margem para dúvidas. Na medida, uma casa sem Home Staging fica no mercado 130 dias, enquanto que com uma preparação de Home Staging fica em média 35 dias. Quando falamos de preço, os números também jogam a favor do Home Staging, já que 51% das casas que utilizam esta estratégia de marketing imobiliário sobe o preço. Estes são dados da Associação Home Staging Portugal no Brasil, só levamos pouco mais de uma década a utilizá-lo.

Quase 50 anos mostrou o potencial das casas

São muitos anos e, em países como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e os países nórdicos é uma técnica de marketing imobiliário imprescindível para o setor. Os especialistas afirmam que 80% dos potenciais compradores não têm a capacidade de imaginar os espaços renovados ou simplesmente organizados, por isso, é essencial ensinar-lhes um espaço onde possam sonhar e imaginar vivendo nele. Os especialistas dizem também que é essencial criar uma boa primeira impressão, já que a compra de uma habitação decidi nos primeiros noventa segundos da sua visita.

Um bom Home Staging acompanhado de um ensaio fotográfico de qualidade pode mudar a maneira como uma casa é posicionada no mercado, posso mesmo mudar o público-alvo do imóvel.

PT